Artigos

Arilu recebe prêmio de melhor distribuidor Colgate-Palmolive

Arilu recebe prêmio de melhor distribuidor Colgate-Palmolive

64
visualizações

A Arilu Distribuidora, de Maringá, recebeu o prêmio de melhor distribuidor de produtos da Colgate-Palmolive do Brasil pela segunda vez. A empresa já ostentava a faixa Platinum e repetiu o feito no Programa de Excelência, se destacando entre as 40 distribuidoras que participaram da premiação nacional no ano passado.

O programa tem o objetivo de atestar a performance das distribuidoras, além do nível de fidelidade dos clientes com a marca. Entre os quesitos avaliados estão o sell-out (processo de venda de um produto pelo distribuidor), positivação, penetração de skus foco (volume por transação), lançamentos, desempenho de clientes Top Varejistas, entre outros.

“O resultado do distribuidor no programa é o principal indicador de performance, alinhamento estratégico e excelência na execução. Nosso objetivo é elevar a barra e melhor atender o varejo, com a força das nossas marcas e inovações. Ano após ano a disputa pelo topo do ranking do Programa de Excelência fica mais acirrada”, explica o diretor Nacional de Vendas, Carlos Carvalho.

A Arilu Distribuidora alcançou 12.280 pontos na premiação que correspondem a 85% do total. Fundada por Ariovaldo Costa Paulo e Claudio Costa Paulo, a empresa conta com 425 colaboradores, atendendo do pequeno varejo às grandes redes de supermercados, distribuindo alimentos, secos e refrigerados, produtos de higiene pessoal e limpeza.

Para o presidente da Arilu, Ariovaldo Costa Paulo, a premiação é um reconhecimento do trabalho realizado com a Colgate-Palmolive, que soma mais de 20 anos de parceria, levando os produtos da marca a mais de quatro mil clientes no norte do Paraná. “Alcançar essa pontuação em duas edições do plano de excelência é gratificante”, reforça.

Expoingá de volta


Depois de dois anos adiada devido à pandemia, a Expoingá acontecerá de 5 a 15 de maio, e teve todos os espaços do Parque Internacional de Exposições comercializados. Posicionada entre as cinco maiores exposições do país no formato multissetorial, a 48ª edição terá a participação de empresas da indústria, comércio, agropecuária, gastronomia, entretenimento e cultura. A feira contará com apresentação, julgamento e leilão de animais, programação técnica, shows de artistas nacionais, rodeio, provas equestres, parque de diversão e atrações regionais no Palco Cultural, como já é tradição. 

Haverá, ainda, a presença do Museu do Agronegócio. Na área do entretenimento, a novidade será a balada XPO Club, que substitui a Barraca Universitária nas noites de quinta a sábado, enquanto na arena de shows e rodeio está garantido o Camarote Brahma.

O objetivo da Expoingá é mostrar um agronegócio moderno, cooperativista, profissionalizado, que faz uso do desenvolvimento tecnológico, da biotecnologia, de pesquisas e inovações científicas para crescer e oferecer resultados. Dezenas de raças de animais, entre bovinos, equinos, ovinos, caprinos e pequenos portes, concessionárias de equipamentos agrícolas, automóveis, cooperativas agrárias e instituições financeiras que oferecem crédito facilitado aos produtores estarão presentes.

Os ingressos custarão entre R$ 16 e R$ 8 (meia-entrada). As compras podem ser feitas no site www.uautickets.com ou nos seguintes pontos físicos: Sociedade Rural, Posto Dubai, Posto Canadá, Posto Londres e Casa Ajita.


Empreendimento recebe prêmio internacional   


O Acqualina Residence, em execução na avenida XV de Novembro, venceu o  International Property Awards nas etapas Brasil e Américas Latina e Central na categoria Residential High-Rise Development (arranha-céus residenciais em execução). A premiação é formada por um júri composto por mais de uma centena de profissionais da arquitetura de diferentes países - o empreendimento ainda disputa a primeira colocação em empreendimentos das Américas com um projeto americano e um canadense. 

Desenvolvido pela A5 Arquitetura para a Construtora Futuro e lançado em 2020 pela Pedro Granado Imóveis, o residencial de 32 andares, com uma unidade por andar, tem quatro plantas, todos com vista de 360° da área externa. “Ser reconhecido pelo International Property Awards é receber uma chancela de excelência mundialmente conhecida. Estamos felizes em oferecer para a cidade um empreendimento premiado de nível mundial”, comemora o CEO da A5 Arquitetura, Eduardo Paulino.

Com apartamentos de 358 a 411 metros quadrados, o Acqualina Residence  terá nas áreas compartilhadas business center, com cabines individuais e salas de reunião, piscinas com serviço de hotelaria aos finais de semana, wine club, além de adegas individuais. A arquitetura do edifício foi inspirada na beleza do cristal e de águas límpidas.


Ingalimp em 1° lugar entre distribuidores 


Atuando no segmento de higiene e limpeza profissional no Paraná há 30 anos, a Ingalimp foi reconhecida como a melhor distribuidora e assistência técnica da Alfa Tennant 2021, que é uma das maiores fabricantes de soluções de limpeza do país, oferecendo lavadoras e varredeiras automáticas de piso, aspiradores, lavadoras de alta pressão, entre outros. A conquista do prêmio foi possível após a análise de três critérios principais: volume de vendas de máquinas da marca, qualidade na assistência técnica e agilidade no atendimento aos clientes. Assim, a maringaense superou outras 33 empresas do setor, sendo premiada em março durante a convenção anual na sede da Alfa Tennant em São Paulo. A Ingalimp concorreu com empresas instaladas em capitais e grandes centros industriais, e já tinha conquistado prêmios de destaque em anos anteriores.

Prefeitura pode reassumir água e esgoto 

Depois de decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que julgou nulo o contrato que prorrogou a concessão dos serviços de água e esgoto para a Sanepar até 2040, a prefeitura de Maringá estuda se reassumirá o serviço. Outra opção é licitar a terceirização do serviço. Como o STF confirmou a decisão da segunda instância sobre a nulidade de contrato, mas condicionou à indenização, a prefeitura enviou ofício à Sanepar para que a empresa apresente o valor em até 30 dias. A ação foi movida pelo Ministério Público, que questionou a validade do aditivo, assinado em 1996, por causa da ausência de aprovação da assinatura do documento pelo Poder Legislativo. A prefeitura entrou na ação, também como autora, invocando a tese da nulidade do aditivo devido à ausência de procedimento licitatório. 

Prefeitura cria agência de inovação

A prefeitura de Maringá fez uma reforma administrativa, criando cinco pastas - a lei foi aprovada pela Câmara Municipal, alterando a Estrutura Organizacional do Executivo. A Secretaria de Comunicação (Secom) foi a primeira a entrar em operação, com o secretário Lúcio Rosas tomando posse em 4 de abril. As outras pastas são: Secretaria de Aceleração Econômica e Turismo (SAET), Secretaria da Criança e Adolescente (SeCriança), Agência Maringaense de Inovação e Tecnologia (Amitech) e Instituto Ambiental de Maringá.

A Amitech visa a impulsionar o setor de TI, que é um dos que mais contribui com impostos: passou de R$ 7,3 milhões, em 2015, para R$ 33 milhões, no ano passado. O setor saiu de 7º lugar em 2015 e chegou ao 3º lugar ano passado em arrecadação de ISS.

A agência proporcionará a capacitação de mão de obra para atender a demanda do mercado tecnológico na cidade. O segmento tem 400 empresas, que empregam mais de 4 mil profissionais. Há cerca de 600 vagas de empregos disponíveis com salário médio de R$ 4 mil. 

A Amitech administrará a rede de dados, voz e imagens com o emprego de novas tecnologias, promovendo a internacionalização de Maringá como uma smart city, além de ações de inclusão digital e de administração do Parque de Tecnologia de Maringá.


Advogada é coautora de best seller  


Inscrito por mulheres para inspirar mulheres, “As Donas da P** Toda” recebeu o título de best seller, já que vendeu mais de três mil cópias na primeira semana. Lançada em dezembro pela Literare Books International, a obra tem uma maringaense entre as 34 coautoras de diversos estados e até de outros países. É a advogada Débora Priscila André, do escritório André & André Advogados. 

“Quando soube do projeto, imediatamente me candidatei e tive a honra de ser uma das coautoras selecionadas para o primeiro volume. O título ‘As Donas da P** Toda’ me chamou a atenção, achei forte, ousado, interessante e me fez querer fazer parte”, destaca.

O livro contempla 34 capítulos escritos por mulheres de diversos segmentos: publicitárias, advogadas, empresárias, psicólogas e outras profissões. Algumas tratam sobre os desafios impostos ao longo da vida, outras sobre conquistas profissionais, algumas apresentaram especificidades das áreas profissionais; outras sobre gestão financeira… mas todas têm uma história de superação, força e resiliência. 

Débora é autora do capítulo 16, sobre sororidade corporativa, que significa união e aliança entre as mulheres. A ideia é fomentar a cooperação e a colaboração entre elas para que superem o sentimento de rivalidade e possam galgar posições de destaque. “Escrever sobre sororidade, sobre como nós mulheres podemos nos ajudar, principalmente sobre como tenho feito isso na minha profissão, está sendo uma experiência gratificante. Além de trazer reflexões sobre essa problemática, proponho soluções que podem ser empregadas não apenas na advocacia, mas no meio corporativo”, reforça. 

O livro pode ser adquirido com as coautoras ou diretamente no site da editora. O Instagram da coautora maringaense é @adv.deborapriandre