Artigos

Maringá entre os maiores exportadores

Maringá entre os maiores exportadores

113
visualizações

Maringá entre os maiores exportadores

        Em maio Maringá ficou em 14º lugar no ranking nacional de exportações, segundo dados da Secretaria Especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais (Secint), levantados pelo Instituto Mercosul. São 22 posições à frente do registrado em abril. No Paraná, a cidade ocupou a segunda posição no mês passado, atrás de Paranaguá. Em Maringá, as exportações de maio somaram US$ 193,8 milhões, queda de 6,6% em relação a 2019. Os principais produtos exportados foram soja, carnes e miudezas comestíveis, e açúcares de cana ou de beterraba e sacarose pura, tendo como os principais compradores a China, Paquistão e Irã. No ranking de importações, Maringá ocupa a sétima posição no Paraná e 90ª no Brasil, com US$ 30,4 milhões, aumento de quase 60% em relação aos US$ 19 milhões de maio de 2019. A balança comercial de Maringá registrou US$ 651,2 milhões no acumulado dos cinco primeiros meses do ano.

Pesquisa mostra efeitos da pandemia

Pesquisa do Sebrae/PR mostra que 55% dos comerciantes de Maringá sofreram alto impacto em razão da pandemia, 29% médio impacto e apenas 16% baixo ou muito baixo. Os dados são do estudo Crise Covid – Comércio Maringá, divulgado em 30 de junho, em live com a ACIM. A queda no faturamento ou receita foi o principal efeito: considerando de março a junho, 79% registraram queda média de 50% no faturamento, outros 13% apresentaram alta e 8% não registraram variação. Entre todos os entrevistados, 97% precisaram fechar o estabelecimento temporariamente, sendo que 62% mantiveram as portas fechadas por mais de um mês. A pesquisa aponta que as empresas adotaram medidas de enfrentamento para a queda de faturamento, como a implementação de delivery por 45% das empresas. Os estabelecimentos também estão apostando em vendas online (28%); divulgação nas redes sociais (15%); vendas por WhatsApp (8%); e criação de produtos (4). A pesquisa foi realizada em duas fases. A primeira, no primeiro trimestre, contou com 270 entrevistados. Para a segunda fase, realizada entre 25 de maio e 12 de junho, 174 empresários foram ouvidos novamente. Do total inicial, 24 empresas encerraram as atividades no período da pesquisa.

R$ 10 milhões em crédito emergencial

          Empreendedores que precisam de crédito para capital de giro durante a pandemia podem ter a operação avalizada pela Noroeste Garantias, que funciona no prédio da ACIM. A entidade recebeu o terceiro aporte de R$ 1 milhão da prefeitura de Maringá – os outros foram no ano passado e em março. O valor é creditado em conta-corrente específica para aval de operações de crédito de empreendedores de Maringá. As operações são feitas junto ao Sicoob Metropolitano no valor de até R$ 50 mil, têm taxa de juros de 0,49% ao mês e 18 meses para pagar, com até seis meses de carência. Como a taxa de alavancagem corresponde a dez vezes o valor do aporte, com os recursos será possível avalizar R$ 10 milhões em operações. A lista dos documentos para cadastro e análise de crédito está disponível no site: www.noroestegarantias.com.br. Em operação desde 2011, a Noroeste Garantias é filiada ao Sistema Garantidor Nacional e uma das seis sociedades garantidoras de crédito do Paraná.