Artigos

Associado do Mês

Associado do Mês

64
visualizações

Para quem deseja terapia breve para sanar um problema específico, como fobia, ou tratar doenças graves, como depressão e ansiedade, a hipnoterapia é uma opção. Depois de viver uma experiência intensa de hipnose ministrada por uma psicanalista, em 2018, Patrícia Andrade decidiu aprender mais sobre o assunto e abriu a própria clínica, no início de 2020, que leva seu nome.

“Para o tratamento, inicialmente realizo uma consulta de orientação com o paciente, para que ele possa compreender o processo. Dentro da demanda, explico o porquê dos sintomas com base no que chamamos de modelo da mente e detalhes da hipnose, esclarecendo mitos e verdades da prática. Também ofereço um livro que traz histórias de pessoas que tiveram sucesso após a hipnose, além de áudios sobre a prática”, relata Patrícia.

O hipnoterapeuta trabalha como um guia, cujo objetivo é encontrar a causa do problema relatado pelo paciente. Para isso, é aplicada a técnica de regressão, em que se investigam as memórias do paciente até ser encontrado o momento que originou o problema, geralmente na primeira infância. Com a causa identificada, é possível tratar os sintomas. “Tem paciente que descobre a causa na primeira sessão, por isso falamos que é uma terapia breve. Costumo trabalhar com até três sessões de duas horas cada, mas isso varia”, pontua.

Natural da Paraíba, a empresária mora em Maringá há mais de 20 anos, e para exercer a profissão foi treinada no renomado Instituto de Hipnoterapia OMNI Brasil. Ela aplica os conhecimentos em seu negócio, no qual trabalha sozinha, e faz planos de expansão. “Atualmente ofereço cursos online e presenciais. Agora a meta é investir no digital para que meu negócio chegue a mais pessoas, inclusive de outros países”, conta. 

A Patrícia Andrade Hipnoterapia fica na rua Santos Dumont 2.166, sala  101. O telefone é (44) 99888-2025 e a conta no instagram é @pahipnoterapia.

Prêmio ACIM Mulher elege Sandra Aparecida de Araujo e Pinto 


A advogada, empresária e agropecuarista Sandra Aparecida de Araujo e Pinto foi eleita, em 30 de maio, por uma comissão julgadora, a ganhadora do Prêmio ACIM Mulher. Maringaense, ela assumiu o controle dos negócios da família, incluindo três fazendas, com apenas 27 anos e grávida de oito meses, após a morte prematura do pai. 

Atualmente se dedica a diferentes empreendimentos, é diretora da Sociedade Rural de Maringá e realiza ações sociais. A entrega do prêmio será em 19 de agosto. O prêmio é anual e foi criado em 2004, sendo que a última homenageada foi a também empresária e agropecuarista Paula Buosi Fabre.


Digitalização do maior acervo empresarial de Maringá 


Com mais de 84 mil itens, incluindo fotos, revistas e boletins, o Centro de Documentação da ACIM está sendo organizado e digitalizado desde maio. Isso está sendo possível por meio do projeto ‘Preservação da memória empresarial de Maringá: digitalização do Centro de Documentação Luiz Carlos Masson’. A expectativa é que o serviço seja executado em um ano. 

O projeto tem patrocínio da Companhia Melhoramentos Norte do Paraná, apoio da ACIM e é realizado pelo Maringá Histórica, Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura e Governo Federal – Pátria Amada Brasil. 

Posse da diretoria do E-Núcleo 


O E-Núcleo, núcleo multissetorial das empresas de comércio eletrônico de Maringá, realizou, em 26 de abril, jantar com os associados para empossar a nova diretoria do grupo, além de apresentar o planejamento da gestão 2022. A nova presidente é Ana Rita Canassa, da Taquion. Também compõem a nova diretoria: Jayme Verri Neto, Fernando Dias dos Santos, Bianca Caroline dos Santos, Pedro Andrade, Vitória Almeida Costa, Juliano Cezar São João, Wesley Rodrigo Alves da Silva e Adna Talita Silva. A cerimônia contou com palestra da empresária e fundadora da Casa Feito Brasil, Lena Peron, que falou sobre sua jornada empreendedora; na foto da esquerda para direita: Jayme Verri Neto, Ana Rita Canassa (nova presidente), Fernando Dias dos Santos, Bianca Caroline dos Santos, Pedro Andrade, Vitória Almeida Costa, Juliano Cezar São João e Wesley Rodrigo Alves da Silva. Adna Talita Silva não está na foto.

Visita de associações de todo o Brasil 


Mais de 30 presidentes de federações e associações comerciais estiveram em Maringá, em 6 de junho, pois a Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB) realizou uma reunião do Conselho Deliberativo. O grupo também participou da reunião do Conselho de Administração da ACIM para conhecer detalhes do funcionamento e projetos da entidade.

No dia seguinte, a visita das lideranças de diversos estados brasileiros incluiu encontros com diretores e técnicos do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (Codem) e da Coordenadoria das Associações Comerciais e Empresariais do Norte e Noroeste do Paraná (Cacinor), além da apresentação do Empreender, o maior programa de união de pequenas empresas da América Latina.

ACIM Mulher realiza visitas técnicas em Brasília




As conselheiras do ACIM Mulher estiveram em Brasília, em maio, para uma série de visitas técnicas, que incluiu a Câmara Federal, onde foram recepcionadas pelo deputado maringaense e líder do governo na Câmara, Ricardo Barros. Elas também estiveram no Senado, com recepção do senador Flávio Arns e do segundo suplente, Flávio Vicente, além da diretora geral do órgão, Ilana Trompka, e estiveram com o presidente da República, Jair Bolsonaro, durante o lançamento do programa “Brasil pra Elas” no Palácio do Planalto. A viagem também contemplou café da manhã com as embaixadoras do Haiti, República Dominicana, Canadá e Barbados. Segundo a presidente do ACIM Mulher, Cláudia Michiura, “foi uma experiência engrandecedora e que superou todas as expectativas. Foi empolgante conhecer os locais onde é feita a gestão do país e que nos enriqueceram em conhecimento tanto na esfera cultural como de gestão empresarial e política. Também tivemos a oportunidade de entender as medidas do governo para incentivar o empreendedorismo feminino. Conhecer as histórias e desafios das embaixadoras foi outro momento único.” E como última visita da viagem elas conheceram a estrutura corporativa do Laboratório Sabin-Medicina Diagnóstica, um dos maiores da América Latina no segmento.

Feirão conscientiza sobre alta carga tributária 

 

Os impostos chegam a representar mais de 40% do valor de alguns dos produtos que foram comercializados durante a 20ª edição do Feirão do Imposto, realizada de 23 a 28 de maio em Maringá. Na lista entraram produtos variados, como combustível, cerveja, sorvete, óculos e até o serviço de estacionamento. O feirão é uma realização nacional da Confederação Nacional de Jovens Empresários (Conaje) e localmente é organizado pelo Copejem. No Paraná mais de 20 cidades participaram da iniciativa, com o objetivo de conscientizar sobre a alta carga tributária cobrada no país.

Homenagem  


O presidente da ACIM, Michel Felippe Soares, e o presidente do Conselho Comunitário de Segurança de Maringá (Conseg), Antonio Tadeu Rodrigues, foram homenageados pelo Corpo de Bombeiros, em 5 de maio, com a medalha de honra ao mérito. A homenagem aconteceu durante a passagem de Comando do 5º Grupamento do tenente-coronel Adriano Barbosa ao tenente-coronel Fábio Roberto de Azevedo Thereza. 

Legislação específica para 5G  

Maringá poderá ser uma das cidades brasileiras pioneiras na implantação da tecnologia 5G, com maior alcance e velocidade. Para que possa receber essa tecnologia, Maringá conta com legislação própria, aprovada em junho pela Câmara Municipal – lei complementar 2.136/2022. De autoria do poder executivo, a legislação regulamenta a instalação da infraestrutura de suporte da tecnologia.

A implantação do 5G tem sido articulada, de forma decisiva e antecipada, pela ACIM e Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (Codem), que encaminharam ofícios a executivos das operadoras Claro, Vivo e Tim, em agosto do ano passado, reforçando o interesse e apresentando os diferenciais da cidade para receber a tecnologia. Em resposta, as operadoras informaram que seria necessário ajustar a legislação para que o 5G pudesse ser instalado aqui. Por isso, o presidente da ACIM, Michel Felippe Soares, e Wilson Matos Silva Filho, representando o Codem, reuniram-se com prefeitura e Câmara Municipal solicitando a mudança e modernização da lei complementar 808/2010 – a solicitação também foi reforçada por meio de ofícios ao presidente da Câmara Municipal, Mário Hossokawa, e ao prefeito Ulisses Maia.