Artigos

Associado do Mês

Associado do Mês

305
visualizações
“Temos o melhor trio elétrico em um raio de 400 quilômetros”, afirma José Henrique Moreira, fundador da J.H.M. Eventos, com sede em Sarandi, que tem 40 anos e aluga equipamentos para eventos, preparando som, palco, decoração e iluminação, entre outros serviços.
Um dos destaques é o trio elétrico, utilizado para propagandas de rua. Ele já esteve na Marcha para Jesus, na Parada LGBT e em eventos na Catedral Basílica de Maringá. “Na região não há igual. No Paraná, só em Curitiba e em Paranaguá existem maiores”, conta Moreira, orgulhoso. Outros destaques são a mesa de bolo iluminada e o estúdio de gravação próprio.
Com a pandemia, os eventos diminuíram e Moreira teve que dispensar funcionários, mas a empresa está conseguindo se sustentar. Desde o ano passado já foram investidos mais de R$ 70 mil. “Há alguns anos fiquei doente e pensei em desistir, mas meu filho me motivou a continuar. Agora não pretendo parar”, diz.
Além do estoque grande de equipamentos, o empresário acredita que o bom atendimento e o cuidado com a limpeza são os diferenciais. “Se tiver evento de manhã e outro à noite no mesmo dia, os equipamentos vão chegar impecáveis à noite”, garante. O empresário também trabalhou por mais de dez anos para a ACIM, realizando propagandas de rua.
A sede da J.H.M. Eventos fica na avenida Danilo Massuya, 380, no Conjunto Residencial Osvaldo Gealh, em Sarandi. Os telefones são (44) 99858-4304, (44) 99962-5273 (Whatsapp) e (44) 3264-1025.

Cases para inspirar 

A quarta edição do Impacta Maringá, organizado pelo Copejem, foi realizada online em 27 e 28 de julho para inspirar empresários. André Ajita e Giovane Calegari contaram sobre a Minus, startup que busca reduzir o desperdício de produtos com validade próxima do vencimento utilizando inteligência de dados. Ralf Toenjes falou sobre a Renovatio, que realiza exames oftalmológicos gratuitos e doa óculos de grau para pessoas de baixa renda, e a VerBem, ótica de Maringá que doa um par de óculos para cada peça comprada. Já Roger Koeppl contou sobre a cooperativa de reciclagem YouGreen. Guilherme Benchimol, fundador da XP Investimentos, ressaltou a importância de investir em negócios de impacto. Rodrigo Pipponzi destacou o trabalho da Editora MOL, em que materiais impressos são vendidos por valores baixos, com parte do valor doada para ONGs. Por fim, Wellington Vitorino destacou o trabalho do Instituto Four, responsável pelo maior programa de desenvolvimento de liderança juvenil do Brasil. As palestras estão disponíveis no canal ACIM Maringá no Youtube. Durante o Impacta foram apresentados os oito projetos inscritos no Inovus - Teste sua ideia, sendo que todos cumpriram pelo menos um Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Todas as iniciativas geram impactos sociais positivos e foram acompanhadas por consultores e mentores, recebendo apoio para prototipagem de ideias.
O evento teve patrocínio de Certezza Consultoria, Cocamar, Cooper Card, Sancor Seguros, Sicoob, SVN Investimentos e Unimed Maringá, e apoio de VerBem e programa Empreender.

Economia de energia

A Cooperativa de Energias Renováveis (Coer), constituída pela ACIM no final de 2019, vai trazer descontos na fatura de energia. Para isso, tem estudado o mercado, com expectativa de oferecer esse benefício a partir do primeiro semestre do ano que vem. Para saber mais sobre o projeto, é preciso entrar em contato pelo 0800-600 9595.

Melhores empresas para trabalhar 

Em cerimônia online foram divulgadas as empresas do Destaque GPTW e ACIM 2020, em reconhecimento às companhias que investem e valorizam os colaboradores. O destaque tem a parceria do GPTW e ACIM e o apoio da ABRH-PR Noroeste. Para serem classificadas, as empresas aplicaram pesquisa de clima GPTW com os colaboradores e obtiveram notas superiores a 70. Elas também receberam relatório com o diagnóstico dos pontos altos e oportunidades de melhorias. Foram premiadas: Accion Sistemas, ACIM, Administradora de Consórcio Sicoob Paraná, Aldo Componentes Eletrônicos, Alumínio Perfileve, Aquário, Cafisso Contabilidade, Casa do Soldador, Ciaseg, Cocamar, DB1 Group, Digimax Brasil, Elotech Gestão Pública, Federiche Mincache Advogados, Gela Boca, Getcard Pagamentos Digitais, Grupo Ponto A Ponto, Grupo Tecnospeed, Imobiliária Silvio Iwata, Lowçucar, Maringá Park, Moreira Suzuki Advogados, Nação Digital, NR Work Segurança e Medicina do Trabalho, Patrimonium Monitoramento 24 Horas, Rgk4it, Rivesa, Santa Alice Loteamentos, SGA Petro Sistemas, SG Sistemas, Sicoob Central Unicoob, Sicoob Metropolitano, Techall Tecnologia em Rastreamento de Veículos, Trianon Consultoria Empresarial, Unicoob Corretora de Seguros e VG Educacional.
Estão abertas, até 10 de dezembro, as inscrições para a quarta edição do Destaque GPTW e ACIM 2021. Podem participar empresas associadas da ACIM com dez ou mais colaboradores e associados certificados pelo GPTW. 

Certificação do Selo ODS 
O Instituto ACIM, em parceria com o Sebrae, promove a segunda edição do Selo ODS 2021 para certificar micro e pequenas empresas comprometidas com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Organização das Nações Unidas (ONU). O treinamento acontece em grupos de, no máximo, dez empresas e aborda temas como construção de uma estratégia de sustentabilidade; imersão nos ODS; workshop para construção de projetos e indicadores; mapeamento de práticas e treinamento para certificação. Há também a possibilidade de realizar a certificação in company, ou seja, diretamente para os colaboradores da empresa, de forma online ou presencial. O modelo, com quatro encontros, além de assessoria e consultoria para certificação, foi adotado pela GTFoods, Somaco e Cocamar. Empresas comprometidas com os 17 ODS recebem o Selo Ouro, as que atendem entre oito e 16 objetivos recebem Selo Prata, e as que atendem entre dois e sete ODS recebem Selo Bronze. O selo pode ser utilizado nos materiais de divulgação das certificadas. Mais informações pelo e-mail gestao@institutoacim.org.br ou WhasApp: (44) 99977-1376 ou (44) 99739-9515.

Conhecimento no Youtube 
Semanalmente a ACIM traz palestras online e podcasts voltados ao mundo dos negócios, com a participação de especialistas. Para quem perdeu palestra ou o podcast Empreenda ACIM, é só conferir no canal ACIM Maringá do Youtube. Os temas discutidos em junho e julho foram:
- ‘Saúde mental’, com os psicólogos Vinicius Romagnole e Dione Vojivoda
- ‘Omnichannel: é possível integrar o comércio digital ao físico?’, com o orientador e gestor de processos da Mormaii, Sacha Juanuk
- ‘Instituto Butantan e a vacina contra coronavírus’, com o diretor-executivo da Fundação Butantan, Rui Curi
- ‘Covid-19 e acidente de trabalho’ e ‘teletrabalho’, com o desembargador aposentado Cassio Colombo Filho e o desembargador Marcos Aurélio Lopes 
- ‘Lei da liberdade econômica’, com o ex-secretário especial de desburocratização, gestão e governo digital do Ministério da Economia, Paulo Uebel
- ‘A força das empresas para acelerar a liderança das mulheres nos negócios’, com a consultora da ONU Mulheres, Margaret Groff
Podcasts
- Fim do foro privilegiado, com o senador Flávio Arns
- ESG, com a consultora Nadheska Rodrigues
- Franquias, com o presidente da Afepar, Lisandro Corazza
- Lei que prevê afastamento das gestantes do trabalho presencial, com a advogada Cristianne Kisner
- LGPD, com o advogado Yuri Mundin Ferreira
- Gerenciamento de redes sociais, com Giselle Cancine Pupio

Mercado livre de energia 
O mercado livre de energia responde por um terço da energia elétrica consumida no Brasil, e este foi assunto de uma mesa-redonda da ACIM em 28 de junho. Transmitido pelo canal do YouTube da ACIM e no Facebook, o evento teve as participações de Ronei Buratti, superintendente da Copel Mercado Livre, e de Osmar Liberato, da Cocamar. Para que uma empresa recorra a esse mercado é preciso ter demanda superior a 500 KW, mas é possível agrupar matriz e filiais para atingir a demanda mínima. A média, segundo Buratti, é de 20% de redução na conta, sem incidência de bandeira tarifária e há possibilidade de adquirir energia renovável, com certificados reconhecidos internacionalmente. A experiência da Cocamar foi relatada por Liberato: além de usina de cogeração de energia a partir de biomassa, a cooperativa adquire energia do mercado livre, tendo contratos com vários fornecedores, inclusive a Copel. Com mediação do pesquisador e especialista na história local Miguel Fernando, a mesa-redonda continua disponível online e teve patrocínio de Copel, Cocamar e Sicoob.

Facilidade para o comércio exterior 
O Instituto Mercosul firmou parceria com a SVN Investimentos, que possui uma plataforma para fechamento de câmbio de importação e exportação, sem cobrança de tarifas. Assim, as empresas de Maringá e região têm um canal direto para tirar dúvidas e acompanhar a compra e venda de moedas estrangeiras. “As operações realizadas por meio da SVN têm tarifa isenta e taxa abaixo da média do mercado. Além disso, empreendedores que estão iniciando operações com o comércio exterior têm dificuldade para operacionalizar os fechamentos de câmbio, não sabem como solicitar cotações, quais documentos devem ser enviados etc. A mesa de câmbio da SVN ajuda nesse tipo de demanda e os profissionais atualizam os clientes sobre os melhores momentos para realizar remessa, tanto de envio quanto de recebimento”, explica o head de câmbio da SVN, Renan Ferreira Mazzo. Os interessados devem entrar em contato com a equipe do Instituto Mercosul pelo Whats (44) 3025-9613. 

Lideranças da segurança  
Em evento online, ACIM homenageou Forças de Segurança que contribuem com os baixos índices de criminalidade e a alta qualidade de vida proporcionada aos maringaenses. Foi em 12 de julho, quando foram homenageados o tenente-coronel Márcio Antônio dos Santos (comandante do 4º Batalhão da Polícia Militar do Paraná), coronel Carlos Alberto Rodrigues Assunção (comandante do 3º Comando Regional da Polícia Militar do Paraná), tenente-coronel Adriano Barbosa (comandante do 5º Grupamento de Bombeiros), Adão Wagner Loureiro Rodrigues (delegado-chefe da 9ª Subdivisão Policial de Maringá), tenente-coronel Ademar Carlos Paschoal (subcomandante do 3º Comando Regional da Polícia Militar do Paraná) e Ronaldo de Góes Carrer (delegado-chefe da Delegacia de Polícia Federal em Maringá). O evento teve os patrocínios de Arilu Distribuidora, Supermercados Cidade Canção, Conselho Comunitário de Segurança de Maringá (Conseg), Cooper Card, Unimed e Santa Rita Humana Saúde e está disponível no canal ACIM Maringá do YouTube.

Tonelada de doações  
O Provopar Maringá distribuiu as doações recebidas para a Campanha do Agasalho, em parceria com o Instituto ACIM, presidido por Nádia Felippe, e o shopping Catuaí (foto) e Maringá Park. No Catuaí, foi arrecadado mais de uma tonelada. Nas duas primeiras doações foram mais de 3 mil peças de inverno encaminhadas para igrejas, entidades sociais e associações de bairros da cidade. O montante também inclui cestas com itens de higiene pessoal. As doações da Campanha do Agasalho prosseguiram até 31 de julho na loja vazia do Catuaí Shopping. 

Força do associativismo 

Os líderes que ajudaram a construir o cooperativismo e o associativismo em Maringá participaram de mesa-redonda da ACIM, em 5 de julho, contando a história, os desafios e o trabalho dessas organizações. O evento online teve ainda a participação do autor do projeto de lei que torna Maringá a capital nacional do associativismo, o senador Flávio Arns, e do presidente da Ocepar, José Roberto Ricken. De Maringá palestraram Divanir Higino da Silva (Cocamar), Durval Francisco dos Santos Filho (Unimed), Luiz Ajita (Sicoob Metropolitano), Wellington Ferreira (Sicredi União PR/SP), André Carlos Garcia Vilhegas (Unicampo), Rafael Peters (Unicred), prefeito Ulisses Maia e o presidente da ACIM, Michel Felippe Soares. O evento teve patrocínio de Cocamar, Fiep, Maringá Park, Santa Rita Humana Saúde, Sicoob, Sicredi União PR/SP e Unicred, e pode ser conferido no YouTube ACIM Maringá.

Máscaras para a saúde pública 

A ACIM, por meio do seu instituto, fez mais uma contribuição à saúde pública: em 28 de junho foram doadas mil máscaras N95, utilizadas por profissionais de saúde, e cem máscaras de tecido. Os equipamentos de proteção individual foram destinados ao Hospital Universitário Regional de Maringá e se somam aos respiradores, monitores e outros investimentos da Associação Comercial.

Ação solidária com fondue 
Depois de percorrer a culinária francesa, italiana e argentina, a ACIM Mulher realizou, assim como no ano passado, uma ação solidária. O cardápio incluiu três sabores de fondue, vinho, bandeja de madeira e tábua para pães para terminar o preparo em casa. A retirada dos kits foi 31 de julho, com direito ao sorteio de prêmios. Os recursos serão destinados ao Instituto ACIM, que vai custear projetos do Lar dos Velhinhos e Asilo São Vicente de Paulo. 

Restaurantes e bares 
Em ofício encaminhado em junho à prefeitura de Maringá, a ACIM pediu a flexibilização do funcionamento de bares e restaurantes, tal como decreto estadual e de municípios da região. O decreto do governo do Paraná permitia, até julho, a abertura de restaurantes, bares e lanchonetes das 10 às 23 horas com limitação de 50% da capacidade, e atendimento 24 horas por dia por meio de serviço de entrega. A prefeitura de Maringá liberou o funcionamento do setor aos sábados na hora do almoço e à noite e aos domingos até as 23 horas.

Processo de vacinação  
Membros do Comitê Gestor da ACIM se reuniram com os secretários municipais Marcelo Puzzi (Saúde) e Marcos Cordiolli (Inovação, Aceleração Econômica, Turismo e Comunicação) e com o superintendente Michael Tamura, em 21 de junho. O objetivo foi discutir os indicadores da covid, cujo monitoramento e alimentação do sistema é feito por 20 servidores, inclusive aos finais de semana. A expectativa é que todos os maringaenses com mais de 18 anos recebam a primeira dose da vacina contra coronavírus até meados de setembro, e até o final do ano deve ser concluído o processo de imunização com as duas doses (dependendo da disponibilidade das vacinas), o que possibilitará a retomada, mais acelerada, das atividades econômicas.