Artigos

Um ambiente e muitas iniciativas

Um ambiente e muitas iniciativas

268
visualizações


Seja por meio do apoio financeiro, institucional ou de ambos, entidades que funcionam no prédio da Associação Comercial contam com espaço físico e desenvolvem atividades que vão além do empreendedorismo, ajudando a tornar a cidade um exemplo de interação entre poder público e iniciativa privada e contribuindo para a criação de um bom ambiente de negócios. 

No caso do Observatório Social de Maringá (OMS), o trabalho é voltado para o acompanhamento das contas públicas e para a conscientização da importância dos tributos e a eficácia da aplicação. Para isso, a entidade desenvolve iniciativas como o Concurso de Redação e o Concurso de Frase e Desenho, que na edição de 2022 contaram com 2,3 mil trabalhos inscritos. 

No âmbito das contas públicas, apenas em 2021 o trabalho do OSM gerou proveito econômico de quase R$ 2 milhões aos cofres públicos. Desde 2007, quando os trabalhos foram iniciados, o valor chega a R$ 190 milhões. 

Já o Conselho Comunitário de Segurança de Maringá (Conseg) apoia o trabalho das forças de segurança locais e regionais e investiu R$ 2,5 milhões nos últimos quatro anos. Compras de equipamentos, reformas estruturais e melhorias em delegacias, polícias e bombeiros foram alguns dos investimentos.

Também instalada no prédio da ACIM, a Software By Maringá (SBM) pauta a atuação na melhoria da qualificação dos profissionais e no desenvolvimento das 1,1 mil empresas de Tecnologia da Informação, que empregam 6,6 mil pessoas na cidade. Com o deficit de profissionais, o setor tem investido na formação de mão de obra. Entre setembro de 2021 e fevereiro de 2022, a SBM Academy, programa de capacitação introdutória, formou 330 pessoas, com investimento de R$ 100 mil empresários e da SBM. Houve ainda a aproximação com escolas de Ensino Médio para apresentar o setor aos alunos do curso Técnico em Desenvolvimento de Sistemas, que conta com 800 alunos na região. Outra conquista foi o reconhecimento de Utilidade Pública Estadual, por meio da Lei 20.666/2021, o que permitirá o aporte de recursos estaduais e federais. 

Novos ‘inquilinos’

A mudança de endereço da Associação dos Profissionais de Propaganda (APP) de Maringá trouxe benefícios para a entidade que defende agências, veículos de comunicação e fornecedores. Há quatro anos, a APP reformulou o formato administrativo e passou a integrar o programa Empreender da ACIM, que agora abriga a sede da entidade. “Conseguimos reduzir custos, implantar um modelo de trabalho remoto e realizar mudanças que tornaram a entidade mais moderna. Podemos investir recursos em projetos em vez de arcar com despesas físicas. É uma ideia que viabilizou a continuidade do trabalho associativo”, comenta a presidente da APP, Jany Lima. 

Além da utilização gratuita da estrutura física da ACIM e do atendimento prestado por um consultor para orientar o planejamento do grupo, que por meio do Empreender visa a promover a competitividade das empresas, foi possível criar um convênio. “Para ser associado à APP, a empresa deve ser filiada à ACIM, que repassa o valor referente à anuidade da APP. Ficou simples, não precisamos de um profissional só para fazer essa tarefa e houve redução de burocracia”, ressalta Jany. 

Quem também passou a funcionar no prédio da ACIM é o Maringá e Região Convention & Visitors Bureau, que fomenta e promove o turismo. A mudança de endereço aconteceu durante a pandemia, justamente um período crítico para o setor, afetado pelas restrições de funcionamento das empresas de turismo. Po isso o Convention tem trabalhado para atrair filiados, já que empresas fecharam as portas durante a pandemia.

Entre as principais ações recentes esteve a mobilização entre Convention, ACIM e outras entidades em favor da sensibilização e da formulação de protocolos para que as empresas do turismo pudessem trabalhar e evitar o fechamento de negócios durante a pandemia. Para o futuro, o objetivo é incluir Maringá e cidades do entorno na rota dos grandes eventos do Paraná, tornando a região um polo turístico. 

Ponte entre estudantes e empresas 

Agente de integração entre estudantes, empresas e instituições de ensino, o Proe emitiu 4,1 mil contratos de estágios nos últimos cinco anos. De maio de 2018 a dezembro de 2022 mais de 2,4 mil empresas se tornaram conveniadas buscando estagiários. Hoje em 150 cidades, a entidade, que é ligada às associações comerciais, tem 17 mil empresas e mais de 4,5 mil instituições de ensino no banco de dados. O Proe nasceu em Maringá em 2002 e conta com o apoio da ACIM, onde está instalado.